BAHIA AQUI É TRABALHO
Bahia de Feira

Goleiro Jair passará por cirurgia e não joga mais na 1ª fase do Baianão

Atleta será submetido a uma artroscopia e a recuperação dura 30 dias
2020-02-12 17:59:38
Da Redação
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
BAHIA AQUI É TRABALHO

Entregue ao departamento médico do Bahia de Feira, o goleiro Jair não vai poder ajudar o Tremendão no confronto do próximo domingo (16), no estádio Lomanto Júnior, contra o Vitória da Conquista, pela quinta rodada do Baianão 2020.

 

Lesionado, o experiente arqueiro do Bahia de Feira, irá passar por uma artroscopia de joelho (direito), que é uma pequena cirurgia na qual o ortopedista utiliza um tubo fino, com uma câmera na ponta, para observar as estruturas no interior da articulação, sem precisar fazer um corte grande na pele. Dessa forma, a artroplastia normalmente é usada quando existe dor no joelho, para avaliar se existe algum problema com as estruturas da articulação.

 

O procedimento cirúrgico será realizado pelo Dr. Robson Santos, que é especialista em cirurgia de joelho, especialista em cirurgias artroscópicas do ombro, traumatologista do esporte e especialista em medicina desportiva pela Universidade do Porto. A cirurgia do goleiro Jair deverá acontecer no próximo sábado (15).

 

Com isso, o atleta irá ficar afastado das atividades por cerca de 30 dias, período em que o goleiro irá fazer um trabalho de recuperação com os profissionais de fisioterapia do clube. “Já estou fazendo o trabalho pré-operatório e fortalecimento para quando acontecer a cirurgia a recuperação ser mais rápida possível. Estou muito focado na minha recuperação para poder ajudar a equipe tanto pelo Baiano, quanto na Copa do Brasil, pois acredito que temos chances de avançar de fase”, disse o goleiro Jair.

 

Jair ainda comentou a respeito da boa fase do goleiro Alan Silva, que o substitui. “Tenho conversado bastante com Alan Silva buscando passar toda tranquilidade, mostrando que ele precisa fazer o seu jogo, e que as decisões lá atrás são dele. Ou seja, ele que tem que ditar o ritmo da partida. Torço muito por ele, sei que é um garoto novo, mas com nível de profissionalismo fora do comum. Tenho deixado claro para o grupo com relação ao cuidado de não colocar sobre seus ombros toda responsabilidade, pois se trata de um atleta de apenas 19 anos. Sei que ele ainda tem muito o que evoluir e crescer dentro da competição e na sua carreira, então torço muito por ele. Graças ao excelente trabalho do professor Vanuca, o Bahia de Feira vem produzindo uma safra muito boa de goleiros”, finalizou.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFGS Covid