BAHIA AQUI É TRABALHO 0420
Diz governador

Cidades sem casos não devem fechar comércio e feiras

Rui Costa disse que faz sugestões, mas que os gestores municipais têm a autonomia para adotar medidas que julguem mais acertadas
2020-03-26 15:03:51
Crédito: Divulgação/GOVBA
Crédito: Divulgação/GOVBA
CORONAVIRUS

Durante videoconferência nesta quinta-feira (26) para responder perguntas de prefeitos de todo o território baiano, o governador Rui Costa, foi perguntado sobre como cada prefeito deve proceder em relação às medidas de isolamento social.


O chefe do executivo estadual fez questão de ressaltar que faz sugestões, mas que os gestores municipais têm a autonomia para adotar medidas que julguem mais acertadas. “Em minha opinião, as restrições têm que ser progressivas e gradativas, de acordo com a evolução do surgimento de casos em cada um dos municípios. O fechamento dos terminais rodoviários, por exemplo, só determinei em cidades com casos confirmados. Cidades que não tenham casos confirmados podem manter algumas atividades, como feiras livres, e evitar medidas mais drásticas, inicialmente”, aconselhou.


Rui Costa advertiu, no entanto, que certas atividades não devem ser retomadas em nenhuma localidade do território baiano. “As aulas de qualquer cidade não devem voltar por que as escolas concentram, diariamente, um volume enorme de pessoas. Dessa forma, apenas um aluno infectado pode passar para os demais colegas e familiares, gerando um grande número de casos naquela cidade. Shows e festas também não podem ser realizados, nesse momento”, alertou o governador.


O governador finalizou a videoconferência reforçando que é um momento de união. “A maior força da Bahia tem sido a união, união do Estado com as Prefeituras, e é preciso que isso continue a ser assim. Os 15 milhões de baianos representam 8% da população brasileira e, em número de casos, estamos apenas com 3,5% dos casos de coronavírus de todo o país. Esse índice baixo é resultado dessa parceria e esse entendimento deve ser contínuo”, conclui Rui.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Covid19