BAHIA AQUI É TRABALHO
Lu de Gel

Prefeita diz que ex-gestor deixou Antônio Cardoso em ’caos’

Foi averiguado de que nenhum funcionário efetivo recebeu salário no mês de dezembro
2021-02-23 11:04:58
Da Redação
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
PMFS Coronavirus

A prefeita Lu de Gel (PP) diz que encontrou o Município de Antônio Cardoso em uma situação muito difícil, no que diz respeito à saúde financeira deixada pela gestão anterior. De acordo com a gestora, apesar do processo de transição entre as duas gestões ter sido de maneira sociável, foi muito frágil no que diz respeito a informações concretas sobre os cofres municipais.


“Estávamos aguardando o relatório final, ao qual não foi entregue dentro do prazo, para oficializar algumas questões da prefeitura, principalmente relacionada à saúde financeira do Município. O que nos assusta muito é constatar o caos fi nanceiro que se encontra o Município de Antônio Cardoso”, informou, salientando que o déficit chega a quase R$600 mil reais.


Segundo a prefeita, foi averiguado de que nenhum funcionário efetivo recebeu salário no mês de dezembro. “Nem educação, nem saúde, nem administrativo, fato que nos deixa muito preocupados”, lamentou, mas garantiu: “estamos fazendo levantamento financeiro junto a contabilidade para planejar como a atual gestão, diante de todas as difi culdades encontradas como poderá fazer a quitação deste mês, da gestão anterior, que entendemos que o servidor não tem culpa alguma”, ressaltou.


A gestão anterior havia realizado um acordo quanto aos pagamentos ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e como não foi cumprido, um montante foi descontado pelo INSS. “Pedimos através de ofício contratação jurídica especializada em relação a INSS, para saber de fato as condições do Município nesse tocante. A priori o que eu já sei é que dos 12 meses, exceto nos três meses que o Governo Federal suspendeu a cobrança, cinco meses não foram pagos, ou seja, total de oito meses. Ainda não consigo afi rmar se os outros quatro meses do ano de fato foram pagos ou foram renegociados, porque esse relatório ainda não foi passada as informações”, explicou.


O ex-gestor do município de Antônio Cardoso, Toinho Santiago (PT), respondeu, através de nota, enviada à redação do FOLHA DO ESTADO, a fala da atual prefeira da cidade.


Em matérias divulgadas na imprensa de Feira de Santana, a prefeita de Antônio Cardoso diz não ter informações da situação financeira do município. Para esclarecimento à população cardosense e a própria prefeita:


Todas as informações estão disponíveis na Secretaria de Finanças. Sugiro que a prefeita convoque o atual tesoureiro nomeado, mesma pessoa que ocupou o cargo na minha gestão durante os quatro anos, por indicação da ex prefeita Gel, para os devidos esclarecimentos. O tesoureiro conhece e pode passar todos os dados necessários.


Como a Prefeita parece não ter tempo ou conhecimento de quem ou onde procurar as informações sobre a situação financeira do município, faço a minha parte com as seguintes afirmações;


Houve atraso na entrega dos relatórios. Para concluir os relatórios seria necessário fechar o mês de dezembro/20 que em decorrência dos bancos não encaminharem em tempo, atrasaram. A não entrega dos relatórios não impossibilita ter acesso às informações.


Quanto ao pagamento de funcionários, devo salientar que foram pagos salários, décimo terceiro. Alguns ficaram sem receber por equivoco operacional no encaminhamento da folha ao banco. Outras folhas ficaram para pagamento em janeiro, professores e os agentes de saúde que o recurso carimbado não foi creditado em conta em tempo hábil para executarmos no dia 30 de dezembro.


A nossa gestão cumpriu o pagamento do INSS. Quando o pagamento não era efetuado até o dia 30 do mês corrente por falta de fluxo de caixa, era pago através de retenção no FPM no dia 10 do mês subsequente. Causa estranheza essas afirmações de débito com INSS. Sugiro verificar os parcelamentos que hoje o município paga é referente a débitos de quais gestões?


A atual gestora fala em rombo. Esses valores estão em restos a pagar referentes a diárias de funcionários que viajaram a serviço e no período não havia disponibilidade financeira, alguns fornecedores e folha de pagamento de professores que durante toda a gestão foi paga dia dez ou próximo ao dia dez de cada mês.


Quando a atual gestora fala de caos financeiro no município, quero lembrar que a senhora fez parte da nossa gestão como Secretária da Ação Social até se descompatibilizar para concorrer às eleições. Para falar de caos financeiro é preciso analisar a situação por longos anos de todas as gestões onde débitos de INSS, processos trabalhista, precatórios etc.


Prefeita Deus ilumine seus caminhos e torço para que a senhora faça uma grande gestão e que consiga superar a nossa. Cuide bem e mantenha as melhorias que nossa gestão deixou e execute com esmero os recursos garantidos que deixei para pavimentação da Rua Livalda Salustiano em Santo Estevão Velho, concluir a UBS em SEV, calçamento no Poço, Oleiro, SEV e 300 mil na Secretaria de Saúde do Estado para aquisição de equipamentos para a saúde do município e deixei licitada com o apoio do deputado Robinson Almeida, Zé Neto e do melhor governador do Brasil, Rui Costa, o asfaltamento da estrada do Poço. (Atrasos por excesso de chuva e a Pandemia).


Estarei sempre à disposição para esclarecimentos e apoiar tudo que for para a melhoria da população de Antonio Cardoso. Estarei fazendo uma oposição crítica, justa e com respeito. Como, aliás, sempre me comportei: com ética e seriedade. A senhora me conhece e sabe que trato todas as questões com a verdade e respeito. E é isso que espero da senhora.


Antonio Mario Rodrigues de Sousa 

Comentários

Tacitus Tecnologia
BAHIA AQUI É TRABALHO.