PF: nova operação contra fraudes na Olimpíada do Rio

Agentes suspeitam que houve compra de votos na eleição para escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos; casa do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro é alvo da ação
2017-09-05 07:58:26
bahia.ba
Crédito: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (5), nova operação para apurar fraudes na Olimpíada do Rio de Janeiro. Segundo o portal G1, há suspeita de compra de jurados na eleição para escolha do Rio como sede dos Jogos em 2016.

 

Por volta das 6h, agentes da PF chegaram à casa de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016. Nuzman será intimado a depor nesta terça na sede da Polícia Federal.

 

Há um mandado de prisão contra Arthur Cesar de Menezes, conhecido como Rei Arthur (ex-dono da fornecedora do Estado chamada Facility), e outro contra Eliane Pereira Cavalcante, ex-sócia dele na empresa.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS 184 anos