Caem indicadores de acidentes, mortos e feridos nas rodovias federais

A patrulha rodoviária ressalta que no ano passado não houve operação especial para o feriado da Independência, então os dados foram comparados com a Operação Corpus Christi 2017
2017-09-11 16:46:23
Divulgação/Nucom/PRF
Crédito: Divulgação/Nucom/PRF

A Operação Independência 2017 terminou nas últimas horas do domingo (10) e segundo balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na segunda-feira (11), houve redução nos indicadores de mortos, acidentes e feridos, com relação à última operação temática da PRF. A patrulha rodoviária ressalta que no ano passado não houve operação especial para o feriado da Independência, então os dados foram comparados com a Operação Corpus Christi 2017.

 

Durante a operação deste ano, ocorreram eventos simultâneos no interior do estado, a 42ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana (ExpoFeira), a Vaquejada de Serrinha e a Copa Vela em Paulo Afonso, iniciados entre 3 de setembro e finalizados em 10 de setembro, o que resultou em um aumento considerável no fluxo de veículos nas rodovias envolvidas.

 

Com relação aos indicadores, ocorreram de 48 acidentes. Desses, 14 foram considerados graves, aqueles em que há pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta, sendo registrada uma redução de 22,2%.

 

No período, 47 pessoas foram feridas, comparando-se com o feriado de Corpus Christi de 2017 houve uma redução de 44 %. Cinco pessoas morreram neste 7 de Setembro, o que representou uma redução de 44% no número de mortos. Das cinco mortes, duas aconteceram em acidentes do tipo colisão frontal, que são aqueles causados, na maioria dos casos, por ultrapassagens proibidas. Outro óbito ocorreu por capotamento, um por atropelamento de pedestre e um por colisão transversal.

 

A fiscalização foi intensificada nos trechos mais críticos das rodovias baianas, o que resultou no aumento de 41,7% no número de veículos abordados. Foi registrado aumento acentuado no uso do álcool, que configura uma das condutas que mais comprometem a segurança viária. A Operação Corpus Christi submeteu 3.046 motoristas ao teste de etilômetro e flagrou 45 condutores dirigindo sob efeito do álcool. Na Independência foram 4.561 testes e 102 resultados positivos, mais que o dobro de condutores conduzindo alcoolizados, um aumento de 126,6%.  

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS RUA VIVA