PMFS Arraia

UEFS: aula magna debate violência de gênero

A relação entre a estrutura da sociedade patriarcal e capitalista foi apontada como fator determinante na naturalização da violência de gênero
2017-09-12 21:44:05
Crédito: Divulgação

"A origem da opressão de gênero surge nas próprias famílias, quando se multiplicam as diferenças em criar um garoto e uma garota". Essa reflexão foi trazida pela palestrante Qelli Viviane Dias Rocha, durante explanação na Aula Magna da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). O evento ocorreu na manhã desta terça-feira (12), no Anfiteatro da Instituição, e teve como tema "Violência de Gênero".

 

A relação entre a estrutura da sociedade patriarcal e capitalista foi apontada como fator determinante na naturalização da violência de gênero. "O campo produtivo do capitalismo evidencia a divisão sexual, social e técnica do trabalho. Isso reflete numa simbiose de opressão e subordinação de homens sobre mulheres", explicou Qelli Rocha, que é professora do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).

 

A programação marcou o início do semestre letivo 2017.2 da Universidade. Durante pronunciamento, o reitor da Uefs, professor Evandro do Nascimento, deu boas-vindas à comunidade acadêmica e destacou a pertinência do tema abordado no evento.

 

"Romper o silêncio e dar visibilidade a assuntos como esse é um passo significativo. Ainda temos muito a construir no nosso processo civilizatório e estamos aqui para construir o que for melhor. A Uefs será o que fizermos dela", lembrou o reitor.

 

Participaram da Mesa de Honra da Aula Magna, a vice-reitora da Uefs, professora Norma Lúcia Fernandes, a servidora Daiana Alcântara, representante do Sintest/Uefs, a professora Priscila Araújo, representante da Adufs, o secretário municipal de Prevenção à Violência, Pablo Roberto, e a secretária estadual de Política para as Mulheres, Julieta Palmeira.

 

A abertura do evento contou também com uma apresentação cultural de estudantes do curso de música da Uefs que interpretaram com maestria versões instrumentais de clássicos da MPB.

Comentários

Tacitus Tecnologia