PMFS INteracao

Fundação baiana recebe recursos do Fundo de Cultura

O Projeto CULTAS irá assinar o Termo de Acordo e Compromisso (TAC) que possibilitará a liberação do apoio financeiro, para o próximo triênio (2017/2020), com valor de R$ 750 mil do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA)
2017-09-13 12:43:03
Calila Notícias
Reprodução

A pré-seleção da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (Fundação APAEB), sediada em Valente, com Projeto Cultura Ativa no Sisal (CULTAS), divulgada nesta terça-feira (12), após análise de mérito do Edital de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais, via Secretaria de Cultura da Bahia (Secult), foi comemorada pelo deputado estadual Rosemberg Pinto (PT).

 

Com a aprovação, o Projeto CULTAS vai assinar o Termo de Acordo e Compromisso (TAC) que possibilitará a liberação do apoio financeiro, para o próximo triênio (2017/2020), com valor de R$ 750 mil do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).


“A Fundação APAEB, que tem sua origem no início da década de 1990, realiza um trabalho exemplar com projetos nas áreas de cultura, inclusão digital, assessoria técnica e extensão rural, formação para a convivência com o semiárido, dentre outros. E com a Casa da Cultura desenvolve ações de fortalecimento da cultura popular e projetos que possibilitam a inclusão social e digital para todas as idades”, declarou Rosemberg.


São consideradas instituições culturais organizações ou espaços com objetivos exclusivamente artístico-culturais dotados de história, identidade conceitual, valor socialmente reconhecido e atuação sistemática através de bens de cultura, equipamentos, produtos e/ou serviços culturais públicos.


Para o parlamentar, “o Governo da Bahia, acertadamente, realiza políticas de fomento plurianuais que concedem apoio às instituições culturais privadas baianas, sem fins lucrativos, e que seguem as diretrizes da política estadual de cultura. Sendo assim, desde a gestão Lula no âmbito federal e que obteve sucesso na Bahia combatemos as três tristes tradições das políticas culturais no Brasil: ausência, autoritarismo e instabilidade”, finalizou.


O FCBA é o principal mecanismo de fomento da Secult e está estruturado em linhas de apoio, que têm sido referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural, Editais Setoriais e Agitação Cultural.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS RUA VIVA