PMFS LAB.

Volume de serviços apresenta variação positiva na Bahia

De fevereiro para março, os serviços baianos tiveram a menor variação positiva dentre os estados
2018-05-16 16:34:46
Crédito: Reprodução

Em março, o volume do setor de serviços teve variação positiva de 0,1% na Bahia, após ter registrado uma forte queda (-8,1%) em fevereiro, na comparação com o mês imediatamente anterior, livre de influências sazonais. Nesse confronto, foi o primeiro resultado positivo para um mês de março desde 2013 (2,0%).


De fevereiro para março, os serviços baianos tiveram a menor variação positiva dentre os estados, mas com um resultado acima da média nacional (-0,2%). O setor avançou em 17 das 27 unidades da Federação, com destaque para Tocantins (29,9%), Distrito Federal (4,1%) e Maranhão (3,8%).


Entretanto, frente a março de 2017, o setor de serviços baiano seguiu em queda (-6,9%), com desempenho pior que a média nacional (-0,8%), ainda que diminuindo o ritmo do recuo em relação a fevereiro, quando havia caído 8,7%. O estado exerceu a segunda maior influência negativa no resultado dos serviços no país, atrás apenas de Minas Gerais (-3,2%).


Nessa comparação com o mesmo mês do ano anterior, o volume dos serviços na Bahia teve a quinta queda consecutiva (recua desde novembro de 2017).


Frente a março de 2017, os serviços caíram em 22 dos 27 estados, com destaques positivos para Roraima (10,6%), Amazonas (2,8%) e Goiás (2,1%).


Assim, no primeiro trimestre de 2018, os serviços acumulam queda de 6,2% na Bahia, um pouco maior do que a verificada em fevereiro (-5,8%). Nos 12 meses encerrados em março, o setor manteve o recuo de 5,0%. Em ambos os casos, o desempenho segue pior que a média nacional (-1,5% e -2,0% respectivamente).


No acumulado em 2018, 6 dos 27 estados apresentam crescimento no setor de serviços, enquanto nos 12 meses encerrados em março o setor cresce em quatro unidades da Federação.  

Comentários

Tacitus Tecnologia
Corrida Kids