PMFS Vacinação Antirrábica

Homem abre fogo, mata uma mulher e fere três em Feira

Crime aconteceu em ponto de ônibus perto do Terminal Rodoviário
2018-07-09 20:46:41
Da Redação, com informações do Polícia é Viola
Crédito: Gleidson Santos/FE

Nesta segunda-feira (9), por volta das 18h40, uma mulher até o momento conhecida pelo prenome de Michele, 18, moradora do bairro Jussara, foi assassinada a tiros, no momento em que estava no ponto de ônibus localizado próximo ao Terminal Rodoviário de Feira de Santana, na Rua Comandante Almiro. Segundo informações, mais três pessoas saíram feridas.


De acordo com a Polícia, um suspeito, aparentando ser menor de idade, deflagrou os tiros, acertando cabeça e tórax da mulher (Michele), depois passou a atirar em um homem, que conseguiu correr em direção ao terminal rodoviário, mas o atirador o perseguiu, depois fugiu tomando rumo ignorado.


Ainda de acordo com a Polícia, a vitima que correu para rodoviária foi ferida com três ou mais disparos e foi socorrida para o Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA).


Outra mulher, que também foi ferida, saiu correndo tomando rumo ignorado e um rapaz foi ferido de raspão em uma das pernas.


Um vendedor autônomo, que não quis ser identificado, contou a reportagem, que no momento do tiroteio, o ponto de ônibus estava lotado de pessoas, principalmente estudantes. “Muita 'cara de pau' do assassino, ele não queria saber em que pegasse, saiu atirando para tudo e todos os lados, foi uma correria danada aqui, eu me joguei pelo chão, estou aqui com os braços e pernas ralados, mas graças a Deus estou vivo”.


O vendedor continuou: “Essa moça que acabou morrendo estava naquele ponto, ele chegou atirando nela, ela correu caiu aqui já sem vida, depois o assassino correu atrás de um homem, que fugiu em direção a rodoviária, mas o atirador não estava nem ai, correu atrás atirando, mas acho que ele percebeu que logo ali perto tem uma Base da 64ª CIPM, ele voltou e fugiu. O atirador parece ter idade média de 15 a 17 anos. E ele não demonstrava nervosismo, acho que sabendo ele, caso seja preso, sai no dia seguinte, isto está errado”, finalizou.


Uma estudante, que também não quis ser identificada, frisou que fui tudo muito rápido, mas o assassino parecia ser frio, não estava preocupado com nada, apenas em matar, não queria saber em quem pegasse. “Todo mundo viu que era um rapaz que estava atirando, porque ele não teve medo de ninguém ver sua cara, porque sabe da impunidade, que nosso Brasil tem, acho que já passou da hora dos deputados e senadores rever o Código Penal, com essas leis brandas que só faz incentivar o crime, e não punir o criminoso”, explicou a estudante.


Investigação


Guarnições da 64ª CIPM foram ao local e chegaram a realizar buscas pelo criminoso na região, mas até o momento não obteve êxito. Nesse momento, os militares isolaram a área do crime e acionaram as policias técnicas.

Comentários

Tacitus Tecnologia