PMFS Vozes

Anderson Silva exorciza fantasma do doping

Ex-campeão do peso-médio afirma que o mais importante era elucidar o caso e rebate críticos
2018-07-19 15:08:36
Combate
Anderson Silva minimizou as críticas sofridas durante o período ausente do octógono (Foto: Getty Images)

O tom da voz de Anderson Silva ao telefone, na noite desta última quarta-feira, era leve. Nem uma série de entrevistas depois do anúncio da suspensão de um ano pela USADA (Agência Antidoping dos EUA) parecia lhe tirar o bom humor.

 

O ex-campeão peso-médio do UFC, na verdade, só estará livre para lutar a partir de 11 de novembro, mas ele se mostrou feliz com a conclusão do caso. Apesar da punição, a USADA disse ter ficado provado que Anderson Silva usou um suplemento contaminado por substância proibidas vindas de uma farmácia de manipulação.

 

- Foi um dia feliz! A verdade foi esclarecida. Independentemente da suspensão, a verdade foi esclarecida, que era o que eu queria que acontecesse. É poder mostrar que eu nunca usei nenhum anabolizante ou coisa parecida para me beneficiar na luta. Se as pessoas buscarem a total verdade, elas vão perceber que tudo que a USADA falou foi o que realmente aconteceu. Eles acharam as substâncias que estavam erradas no suplemento, e isso é o que mais importa agora. O que eu mais queria provar era a verdade, e isso foi provado. Em relação à suspensão, é normal. Em nenhum momento deixei de cumprir algo com a USADA, tudo o que eles pediram, todos os meus suplementos para testar, tudo foi feito, e a verdade veio à tona - disse Spider, em entrevista exclusiva ao Combate.com.

 

Anderson, que não luta desde a vitória contra Derek Brunson em fevereiro do ano passado, foi suspenso em 10 de novembro de 2017, data em que foi notificado da violação a um exame antidoping realizado fora de competição. O lutador de 43 anos testou positivo para o uso de testosterona sintética (metiltestosterona) e diurético e agente mascarante (hidroclorotiazida).

 

Desde então, Anderson disse ter tocado sua vida normalmente longe da luta. Os muitos compromissos no cinema e na companhia que comanda lhe ocuparam bem o tempo e a mente, assim como os treinos.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Natal Encantado