Desenbahia 2

Laudo comprova que menor estuprada por pai está grávida

O resultado positivo foi anexado ao inquérito remetido ao Ministério Público, que tomará as providências cabíveis em relação à gravidez dela e a possibilidade de autorização judicial para interromper a gravidez
2018-11-01 14:49:57
Da Redação, com informações do Polícia é Viola
Crédito: Reprodução

O delegado Gustavo Coutinho divulgou na última terça-feira (30), o resultado do laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT), confirmando que a menor de 12 anos que foi estuprada pelo próprio pai está grávida. O resultado positivo foi anexado ao inquérito remetido ao Ministério Público, que tomará as providências cabíveis em relação à gravidez dela e a possibilidade de autorização judicial para interromper a gravidez.


O suspeito foi preso na noite do dia 19 de outubro, no distrito de João Durval Carneiro, antigo Ipuaçu, em Feira de Santana, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. “Após a prisão, ele não resistiu e confessou com detalhes o ato criminoso que praticou contra a filha. Então, a criança foi submetida a exames de gravidez após surgir a suspeita de que ela estaria gestante”, frisou o delegado.


Coutinho continua: “É uma aberração, um caso gravíssimo desse, a justiça tem que ser ágil e penalizar esse criminoso, para que o mesmo pague pela crueldade que fez com a própria filha de apenas 12 anos. A gravidez está no início, praticamente tem em torno de um mês”.


Indignação


Investigadores ficaram muito indignados do ato praticado por um pai de uma criança de 12 anos e o que mais causou indignação foi o fato de que o suspeito já foi preso por abuso sexual em um inquérito no ano de 2011, quando foi acusado pela mesma filha aos cinco anos de idade e as enteadas de quatro e seis anos.


“Mas, esse inquérito acabou sendo arquivado em 2014 por falta de provas, então, isso nos deixou indignados, na época a essa mesma vítima tinha 5 anos e tinha dito como o criminoso fez com detalhes, mas não serviu como provas, não sei o que seriam provas, será que estavam aguardando chegar a esse ponto como chegou, da criança não aguentar mais e pedir socorro aos colegas e professores”, finalizou um dos investigadores da Polícia Civil da Bahia, que não quis ser identificado.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Tv digital