PMFS Vozes

Bahia de Feira efetiva 10 atletas da base no time profissional

Os atletas da base já vêm sendo observados pelo técnico Quintino Barbosa e com tempo devem ganhar oportunidade no time principal
2018-12-06 13:03:08
Da Redação
Ascom/BF

O Bahia de Feira já está com seu elenco composto para a temporada 2019, quando o time terá um calendário com três competições: Campeonato Baiano, Campeonato Brasileiro da Série D e Copa Governador do Estado.

 

A novidade é que 10 atletas oriundos das categorias de base estarão integrados ao elenco profissional, resultado do trabalho que a equipe vem fazendo de captação e revelação de atletas, que teve maior celeridade com a inauguração da Arena Cajueiro.

 

Os trabalhos começaram em setembro, quando atletas que têm contrato com maior durabilidade e que não estavam emprestados a outras equipes se apresentaram a comissão técnica comandada por Quintino Barbosa e começaram a se recondicionar fisicamente e tecnicamente. “Ao todo conseguimos manter nove atletas da base deste ano, trouxemos mais alguns atletas conhecidos como Edmar e Dionísio, que estavam no Vitória da Conquista e Vitinho que estava no Jacobina, além de Capone que estava na Juazeirense dentre outros”, explica Thiago Souza, presidente do Conselho Deliberativo.

 

No total são 19 atletas profissionais e outros 10 atletas são oriundos das divisões de base que foram integrados ao elenco principal. “Teremos um elenco ‘enxuto’, com possibilidades de o técnico observar os nossos atletas de base e, na medida do possível, ir colocando aos poucos estes atletas para irem ganhando a maturidade. São jogadores que nós observamos durante as competições que disputamos na base e que chegam ao profissional agora com a possibilidade de serem mais trabalhados ainda e termos uma base ainda mais forte”, observa Jodilton Souza, presidente executivo da equipe.

 

O dirigente explica que esta é apenas mais uma etapa do projeto que está sendo desenvolvido pelo Bahia de Feira. “A nossa ideia é ir dando aos poucos a oportunidade e assim consolidarmos um grupo próprio, ou seja, queremos em 2023 chegar com um elenco tendo 60%¨de atletas feitos em casa reduzindo os custos com folha de pagamento e criando um processo de identidade destes atletas com o clube”, explicou Jodilton Souza.

 

O Tremendão vai dar prioridade ao grupo, ou seja, não haverá estrelas ou atletas de destaque. “O destaque é o grupo. Foi desta forma que fizemos uma boa campanha esse ano, mantendo um grupo equilibrado e unido e não há porque mudar essa filosofia agora. O que estamos fazendo é justamente melhorar ainda mais aquilo que já é muito bom”, ressaltou Thiago Souza.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Natal Encantado