PMFS Vozes

Guilherme Bellintani confia em permanência de Gilberto

Presidente explica aumento no orçamento, revela destino do dinheiro da venda de Zé Rafael
2018-12-06 18:18:59
globoesporte.com
Crédito: Ruan Melo

No dia 18 deste mês, o presidente Guilherme Bellintani completa um ano à frente do Bahia. Neste período, foi campeão baiano, vice da Copa do Nordeste, parou nas quartas de final da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana (fase inédita para o Tricolor) e ficou na 11ª primeira posição no Campeonato Brasileiro, melhor colocação do clube na era dos pontos corridos.

 

Apesar desses bons resultados, o caminho nem sempre foi de tranquilidade. No seu primeiro ano à frente do clube, Bellintani teve que trocar treinador, se frustrou com um vice-campeonato em casa e também viu a torcida protestar no momento mais delicado do time.

 

Perto de completar um ano, Guilherme Bellintani fez um balanço da temporada. Para ele, um ano em que o Bahia avançou principalmente fora de campo, com crescimento financeiro, e que, aos poucos, tem feito com que isso se reflita dentro de campo. Como lamentações, o gestor aponta a troca de treinador como um movimento que não o agrada, erros pontuais de contratações e a não aplicação do núcleo de inovação e tecnologia.

 

Bellintani também projetou 2019, explicando o orçamento de R$ 140 milhões para a próxima temporada e revelando os objetivos do clube. Por fim, avaliou o que falta para o centroavante Gilberto renovar com o clube, o que vai ser feito com o dinheiro da venda de Zé Rafael, o assédio sobre o meia Ramires e revelou que pensa em até 12 contratações no primeiro semestre. 

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Natal Encantado