PMFS Procon

Novos recrutas incorporados no 35º Batalhão de Infantaria

Os 256 recrutas entraram no 35º BI em formação, vestidos de branco e se dirigiram ao alojamento, de onde voltaram já vestidos de corpo e alma com o uniforme do Exército Brasileiro
2019-03-13 10:23:54
Da Redação
Crédito: Mário Sepúlveda/FE
Crédito: Mário Sepúlveda/FE

O 35º Batalhão de Infantaria realizou na última terça-feira (12), a incorporação de um novo contingente de recrutas que servirão ao Exército Brasileiro. Com a presença de diversas autoridades, amigos e familiares dos formandos, aconteceu a solenidade de incorporação dos novatos que vão passar por uma nova fase de ensinamentos, que dura aproximadamente 1 ano, para ingressarem na carreira militar.


Em uma cerimônia marcada pelo o rito de passagem e transformação do jovem em um militar, os 256 recrutas entraram no 35º BI em formação, vestidos de branco e se dirigiram ao alojamento, de onde voltaram já vestidos de corpo e alma com o uniforme do Exército Brasileiro.


Entoando gritos de guerra e organizados em companhias os jovens deixaram orgulhosos os pais, que acompanharam tudo com muita atenção. Acompanhados de familiares e amigos, os futuros soldados das Forças Armadas Brasileiras, desfilaram, marchando orgulhosos sabendo que irão garantir o futuro da maior instituição de segurança nacional. O corpo oficial do exército também estava presente e acompanhou de perto a apresentação, onde foram exaltados os valores da instituição e de cidadania.


O comandante do 35º BI, o tenente-coronel Janilson Campos Teixeira, presidiu a cerimônia e expôs o contentamento da presença do espírito jovem no batalhão. “É uma renovação de energia, todos os anos fazemos a incorporação desses jovens, que adentram aqui em Feira de Santana e passam conosco o período de aproximadamente 1 ano, que é o período obrigatório militar, e também é a preparação dessa reserva mobilizada que poderá voltar à sociedade com ratificação dos deveres constitucionais para o engrandecimento da nação”, informou. “Nessa formação serão inseridos princípios basilares da nossa força, que é hierarquia, disciplina e reponsabilidade, tornando cidadãos melhores. Ao final desse período retornarem para a sociedade como cidadãos melhores do que entraram”, ressalta.


Os 256 jovens terão uma rotina bem diferente do que estavam acostumados. Como prática controlada de atividades físicas, habitua-se aos horários rígidos e, sobretudo, começa a desenvolver um sadio espírito de camaradagem, essencial ao trabalho em equipe, típico da vida nos quartéis, objetivando forjar o caráter do futuro soldado do Exército Brasileiro.


Conforme o tenente-coronel com esses ensinamentos os jovens estarão preparados para realizarem missões em qualquer local do território nacional. “Seja missões vocacionados para o Braço Forte que no caso é na defesa externa e na garantia da líder ordem, como aquelas vocacionadas para a mão amiga como por exemplo a operação Carro Pipa, onde distribuímos para cerca de 70 municípios do sertão baiano água, para aproximadamente 200 mil sertanejos, então esses militares estarão aptos para realizarem esse tipo de missão”, menciona.

Comentários

Tacitus Tecnologia