PMFS Micareta resultado

Fora de casa, Bahia perde para Athlético Paranaense

O Esquadrão tem 6 pontos na tabela de classificação, finalizando a rodada na 8ª posição
2019-05-13 09:40:21
Crédito: Miguel Locatelli/Athletico Paranaense
Crédito: Miguel Locatelli/Athletico Paranaense

O Bahia lutou, mas mesmo após um bom segundo tempo na Arena da Baixada, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0 pelo Athlético-PR, na noite deste domingo (12), pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.


O resultado manteve o Esquadrão com 6 pontos na tabela de classificação, finalizando a rodada na 8ª posição. Sem jogos por outras competições no meio de semana, o Bahia volta a campo novamente pelo Brasileirão, domingo, mais uma vez fora de casa, agora contra o São Paulo.


No primeiro tempo, o Bahia não conseguiu impor seu jogo, sem ‘encaixar’ a marcação alta, com o Athlético-PR dominando a posse de bola, trocando passes mesmo quando pressionado, fazendo valer sua adaptação ao gramado sintético da Arena da Baixada.
E logo aos 10 minutos, o time paranaense abriu o placar. Após lançamento da direita, Lodi mandou de primeira pra área e Marco Rubem cabeceou para grande defesa de Douglas. No rebote, contudo, Rony chutou forte e fez 1 a 0.


Apesar do domínio, o Athlético-PR só voltou a ameaçar o Bahia em lances de bola parada e chutes de longa distância. Aos 33, Nikão obrigou Douglas a fazer grande defesa e espalmar para escanteio. Na cobrança, Bruno Guimarães cabeceou para a nova defesa de Douglas, e na sequência Nino tirou em cima da linha.


Antes disso, aos 29, o Bahia criou sua grande chance após passe de Ramires para Fernandão na entrada da área. O centroavante chutou forte e o goleiro Santos salvou o Athlético-PR.


O segundo tempo começou e parecia que o ritmo do jogo não ia mudar. Em quatro minutos, os paranaenses por pouco não ampliaram. Aos 50 segundos, uma blitz na área Tricolor terminou com Douglas Augusto afastando uma bola que bateu em Marco Rubem e quase entrou. Aos 4 foi a vez de Nikão entrar cara a cara com Douglas, mas o goleiro do Bahia foi muito bem no lance e tirou a bola do pé do atacante na hora do drible final.


Após os sustos, o Esquadrão melhorou de rendimento. Encaixou a marcação e passou a contra-atacar com frequência, além de ter um pouco mais de posse de bola. Aos 11, Fernandão fez boa jogada individual em transição, driblou o zagueiro em arrancada da intermediária e chutou com força da entrada da área, para nova defesa de Santos.


Shaylon e Elber entraram nas vagas de Eric Ramires e Rogério, e por pouco não tramaram o empate aos 29, com um bom passe de Shaylon para Elber, que tocou para trás para Douglas Augusto chutar com força, por cima do travessão.


O duelo seguiu com o Tricolor aproveitando mais sua melhor condição física, com Douglas seguro no gol, mas com o meio-campo e ataque pecando nos últimos passes ou chutes. Apesar do esforço, o empate não veio e o placar ficou mesmo no 1 a 0 para o Athlético-PR.

Comentários

Tacitus Tecnologia