UNINASSAU | VESTIBULAR 2019.2
Feira de Santana

Miss Bahia Gay é vítima atos homofóbicos

‘O preconceito tá aí, velado, inclusive no nosso meio’
2019-07-09 07:45:39
Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução
Feira Beer run

Há pouco mais de uma semana em que venceu o concurso  Miss Bahia Gay 2019, a estilista Pietra Morato, 31, sofreu um ataque homofóbico na cidade em que mora, Feira de Santana.

 

Ela relatou o ataque sofrido na Rua Conselheiro Franco durante o Cortejo Cultural do Bando anunciador , por volta de 8h30 da manhã do último domingo.


Pietra deu entrevista a coluna Me Salte do Correio  e disse: “Ganhei o Miss Bahia representando minha cidade, então cheguei lá cedo com meu companheiro, fizemos fotos com muita gente, recebemos muitos parabéns. Até que um rapaz, que aparentemente também era LGBT, começou a puxar a manga de meu vestido. Achei que ele queria tirar foto, então encostei e falei pra ele soltar pra não rasgar o tecido. Só que ele começou a puxar mais forte e me chamar de ‘viado feio’”, conta Pietra.


De acordo com a vítima, a situação só não ficou pior porque o companheiro interviu. “Ele se meteu bem na hora em que esse rapaz amassou uma latinha na mão e veio me dar um murro. Uma senhora que estava passando também ficou na frente e a latinha acabou pegando nela. Ele ainda ficou gritando ‘viado feio, vou te pegar, vou quebrar sua cara’, enquanto tentava me chutar e vir para cima mesmo. Aparentemente, estava alcoolizado ou drogado”, diz a Miss, que vai representar o estado no Miss Brasil Gay, que está previsto para acontecer em novembro.


Pietra demonstrou perplexidade: “Fiquei sem entender o que tava acontecendo… Viver uma coisa dessa por parte de alguém que era, aparentemente, homossexual. O preconceito tá aí, velado, inclusive no nosso meio. E a gente precisa vencer esse preconceito com o gay afeminado, com quem se monta, com gordinhos, mais velhos, magrinhos… Isso tem que vir de dentro, não só de fora. Foi triste e nos deixou pensativos. Não foi a primeira e nem vai ser a última vez. Espero que sirva para nos fortalecer”, lamenta ela.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS JULHO AMARELO