BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Feira de Santana

Gestores da área de esporte serão qualificados

O pleito nasceu após audiência pública promovida em Feira de Santana na quinta-feira (5), no auditório da Associação Comercial de Feira de Santana (ACEFS)
2019-09-08 18:09:00
Da Redação
Crédito: Hamurabi Dias/FE
Crédito: Hamurabi Dias/FE
PM Santo Estevão

Gestores esportivos de Feira de Santana e região terão acesso a um curso de qualificação em politicas públicas para o esporte e como ter acesso a recursos públicos disponíveis a partir de programas estatais, como por exemplo, o FazAtleta, que vai investir R$ 4,5 milhões para apoiar atletas e eventos, até o final de 2019 e Bolsa Esporte. O pleito nasceu após audiência pública promovida em Feira de Santana na quinta-feira (5), no auditório da Associação Comercial de Feira de Santana (ACEFS).


Promovida pelo deputado federal Zé Neto (PT-BA), a reunião teve a participação do secretário da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), Davidson Magalhães, do cordenador de esporte da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia, Gustavo Miranda, além do deputado estadual Robinson Almeida (PT), atletas de alto rendimento de diversas modalidades, militantes do esporte e da diretora do grupo FOLHA DO ESTADO, Margareth Cedraz.


Segundo Magalhães, a Bahia é um dos poucos estados a ter uma política e um sistema voltado ao esporte, com conselho e política pública aprovada pelo colegiado. "Existem ações que vão desde a inclusão social, iniciação esportiva, esporte de alto rendimento e grandes eventos esportivos, como agora que trazemos para a Bahia, depois de 51 anos o Jubs, que são os Jogos Universitários Brasileiros", comentou o titular da pasta.


O secretário disse que o objetivo da reunião foi discutir com a comunidade e instituições com atividades na área de esporte sobre políticas públicas. "Poucas pessoas tem acesso as informações. Fomos convidados para fazer esta exposição. Nos comprometemos a fazer um curso de capacitação de gestores na área de esporte, vamos articular com o Consórcio Portal do Sertão para discutir esta qualificação, por que prepara todos eles, vamos capacitá-los para acesso às políticas", comentou. O FazAtleta por exemplo trabalha a partir do incentivo fiscal, com a isenção do ICMS. A empresa banca um projeto ou parte do projeto apresentado por um atleta e recebe o recurso de volta (dedução do imposto), através do Estado.


Para o deputado federal Zé Neto, há a necessidade de conhecimento técnico. "Feira tem fome de crescer e se desenvolver no esporte. Precisamos fazer com que alguns desafios sejam cumpridos, trazer emendas parlamentares. Vamos levar essas demandas até a Sudesb. A comunicação foi importante, mas precisamos fazer um debate com os empresários, por que eles não perdem nada e a cidade ganha", disse o parlamentar.

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Mutirão de Negociação de Dividas 2019