Bahia Aqui é Trabalho 2019
Feira de Santana

10 meses: laudo de incêndio com mortes pronto

De acordo com o documento emitido através da perícia, houve uma falha técnica
2019-10-09 09:49:34
Da Redação
Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução

Dez meses após o acontecimento que vitimou seis pessoas durante um incêndio, no residencial Iguatemi I, do programa Minha Casa, Minha Vida, no bairro Mangabeira, a 2ª Delegacia Territorial de Polícia de Feira de Santana divulgou a conclusão do inquérito instaurado que apura as causas do acidente.


De acordo com o documento emitido através da perícia, houve uma falha técnica. “A causa do incêndio corresponde à sobrecarga de energia de uma das unidades consumidoras, onde as proteções do disjuntor não atuaram, pois estava dimensionado para além da capacidade de corrente do condutor, gerando um curto-circuito”, consta.


Tragédia


O incêndio aconteceu no dia 04/12/2018, no intervalo entre 4h00min e 5h00min, no imóvel localizado na Av. Iguatemi, residencial Iguatemi I, bloco 14. As chamas avançaram e tomaram o prédio de cinco andares. Bárbara Brás Pereira, de 20 anos, morreu no local. Na noite do incêndio, Emília Lima Ferreira, de 50 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana. Ela havia sido transferida do Hospital Clériston de Andrade, em Feira de Santana, com 100% do corpo queimado.


No dia 5 de dezembro, um dia após o incêndio, Jéssica Ferreira Barbosa, de 25 anos, também morreu no HGE. Bruna Mile Ferreira Barbosa, de 24 anos, teve 90% do corpo queimado e morreu no dia 7 de dezembro. Nelcione Souza Brás, 40 anos, foi à sexta vítima que veio a óbito no dia 15 de dezembro.

Comentários

Tacitus Tecnologia