SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
Pé de Esperança

Oncologia do HEC celebra seis anos e lança projeto

O Projeto Pé de Esperança a ser implantado no HEC busca promover a sensibilização ambiental por meio do plantio de mudas de árvores e, na oportunidade, ressignificar o sentido da doença pelo tratamento oncológico para pacientes, familiares e para toda a sociedade
2019-11-05 09:32:56
Crédito: Reprodução
Crédito: Reprodução
PM Santo Estevão II

Em comemoração aos 6 anos de funcionamento, o Centro de Oncologia Infantojuvenil (COI) do Hospital Estadual da Criança (HEC) realizará, durante essa semana, uma programação especial com diversas atividades para marcar o aniversário do setor. Dessa segunda-feira até quarta-feira (4 a 6), os grupos voluntários Todos Por Um, Trupe Hospitalar e Oficina dos Anjos, que realizam atividades lúdicas durante todo o ano, celebrarão o funcionamento do COI com os pacientes internados e em tratamento.


Na quinta-feira (7), último dia das comemorações, será lançado o projeto Pé de Esperança, que, de acordo com o coordenador de enfermagem do COI, Thiago Pionório, “consistirá no plantio de mudas em canteiros no entorno do Hospital, e será realizado por 26 pacientes curados do câncer ou que finalizaram tratamento no COI, com respectivos padrinhos/madrinhas, dentre eles a oncopediatra Drª Núbia Mendonça, especialista referência no tratamento oncológico no Estado da Bahia”.


O Projeto Pé de Esperança a ser implantado no HEC busca promover a sensibilização ambiental por meio do plantio de mudas de árvores e, na oportunidade, ressignificar o sentido da doença pelo tratamento oncológico para pacientes, familiares e para toda a sociedade. As espécies escolhidas para o plantio serão próprias da região, respeitando as características climáticas e ambientais. Após a implantação do Projeto, será realizada uma festa no COI, com os padrinhos/madrinhas, pacientes e familiares, em parceria com o Grupo Voluntário Colheita do Amor.


O COI possui cerca de 400 crianças cadastradas no serviço, contando com 13 leitos para internação e capacidade de 25 atendimentos/dia em ambulatório, bem como 36 colaboradores alocados no setor. “Os principais tipos de câncer hoje que acometem as faixas etárias infanto-juvenis de 0 a 18 anos ainda são as leucemias e linfomas, seguidas por tumores do sistema nervoso central”, explica Thiago Pionório.


O Hospital Estadual da Criança é uma unidade da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia - Sesab, gerida pela Liga Álvaro Bahia (mantenedora do Hospital Martagão Gesteira). O HEC está apto para atendimento de alta complexidade, serviço de diagnose e terapia, ambulatório de especialidades, internação e atividades de ensino e pesquisa. A unidade possui 240 leitos de internação e 31 de emergência e, em 2018, realizou 72 mil atendimentos ao total. 

Comentários

Tacitus Tecnologia
PMFS Novembro Azul