PMFS IPTU
Campeonato Baiano

Bahia vence em Pituaçu e entra no G4 do Baianão

Agora com nove pontos, o Bahia ocupa a quarta posição na tabela
2021-04-04 20:40:44
A Tarde Online
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
Bahia Estado Solidario

Neste domingo (4) teve reedição da última final do Campeonato Baiano, e o Bahia voltou a levar a melhor contra o Atlético de Alagoinhas. Em Pituaçu, pela sétima rodada do estadual, o Tricolor fez 2 a 1 no Carcará. Bruno Camilo e Gustavo Henrique marcaram para o Esquadrão. Dionísio diminuiu para o visitante, que ficou com um a menos desde os 15 minutos do segundo tempo.


O Esquadrão não chegou a ter uma grande atuação, mas foi seguro dentro de campo e dominou a maior parte dos 90 minutos. O que foi suficiente para encerrar a sequência de quatro partidas sem vitórias no Campeonato Baiano e deixar o time em uma situação menos desconfortável na briga por uma vaga no G-4.


Agora com nove pontos, o Bahia ocupa a quarta posição na tabela. A próxima rodada do estadual será apenas dia 18 de abril, daqui a duas semanas. O adversário do Tricolor será o Bahia de Feira, mais uma vez em Pituaçu.


O jogo


Os primeiros 15 minutos foram de muita troca de passe e poucas finalizações em Pituaçu. Só aos 17’ um dos goleiros foi exigido, e quem conseguiu articular a jogada de ataque foi o Bahia.


Renan Guedes recebeu pelo lado direito, avançou e passou para Pablo. O meio-campista apareceu como elemento surpresa para finalizar dentro da área e até pegou firme na bola, mas ela foi na direção do goleiro Fábio Lima, que segurou a pancada em dois tempos.


Com dificuldade para voltar a achar espaços na defesa visitante, o Tricolor resolveu arriscar de fora da área, e colheu bons frutos da aposta.


Aos 23 minutos Bruno Camilo foi acionado depois de um escanteio cobrado curto, dominou e mandou a bomba. A bola rasteira surpreendeu Fábio Lima, que precisou ir buscar ela no fundo das redes.


Depois que ficou atrás do placar, o Carcará abriu mão da postura defensiva e passou a se arriscar mais no campo de ataque. Isso, no entanto, não chegou a colocar a defesa do Esquadrão em apuros.


Como o Bahia também não conseguiu voltar a agredir os visitantes, a reta final do primeiro tempo foi bem parecida com o início do jogo, sem muita emoção em Pituaçu.


A segunda etapa, por outro lado, começou animada. Já aos dois minutos o Tricolor quase aumentou o placar com um golaço. Felipinho avançou pela esquerda e cruzou para Daniel, que ajeitou de peito para Bruno Camilo. O volante pegou de primeira, sem nem deixar a bola tocar no gramado, e deu um susto em Fábio Lima.


Com menos perigo, o Atlético respondeu no lance seguinte. Reinaldo arriscou de fora da área e viu Matheus Teixeira fazer a defesa. O goleiro voltou a ser exigido aos dez minutos, em novo chute de fora da área. Dessa vez quem arriscou foi Paulinho.


Justamente quando o Atlético vivia seu melhor momento no jogo, o zagueiro Bremer recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o time em inferioridade numérica.


O Bahia então aproveitou para ampliar. Responsável pela primeira bola na rede, dessa vez Bruno Camilo apareceu como garçom. Ele cobrou escanteio na medida para o zagueiro Gustavo Henrique, que subiu mais alto que todo mundo e estufou as redes do Carcará.


Aos 33’ os visitantes diminuíram com Dionísio, em cobrança de pênalti, mas a reação parou por aí e o jogo terminou com o placar de 2 a 1 para o Esquadrão.

Comentários

Tacitus Tecnologia
Bahia Estado Solidario