PMFS novo
Indicações

Três documentários para celebrar Dia da Mulher Sambista

A data existe para reconhecermos a importância do papel feminino no samba desde as origens do ritmo, no terreiro de Tia Ciata
2021-04-12 17:35:26
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação
Bahia Estado Solidario

No dia 13 de abril é comemorado o Dia da Mulher Sambista. A data existe para reconhecermos a importância do papel feminino no samba desde as origens do ritmo, no terreiro de Tia Ciata.


Nesse universo, mulheres sempre tiveram participação ativa e diversificada: são compositoras, cantoras, ritmistas, dançarinas, dirigentes de escolas de samba, entre outras funções. Por isso, é preciso que conheçamos a trajetória e o legado dessas mulheres, tão relevantes para a cultura brasileira.


Três documentários sobre a mulher e o samba se destacam. Siga as indicações:


Clara Estrela – Clara Nunes é, até hoje, um fenômeno absoluto na história da música brasileira. Conhecida pela mistura de ritmos e pluralidade musical, a cantora e compositora conquistou o Brasil e o mundo com sambas como “O Mar Serenou” e “Conto de Areia”. O documentário “Clara Estrela” resgata a carreira da artista, com a narração da atriz Dira Paes e depoimentos retirados de entrevistas de rádio e TV. Direção: Susanna Lira e Rodrigo Alzuguir. . Duração: 71 min. Classificação: Livre. Onde Assistir: Curta!On


Clementina - O documentário faz uma viagem através das músicas e da história de Clementina de Jesus. Os sambas mais poéticos, o batuque cheio de balanço e os cantos religiosos vão nos levando para o profundo mundo de Quelé. Marcada na história da MPB pela sua voz excepcional e repertório de música afro-brasileira, essa neta de escravos trouxe com o seu canto a alegria, a potência e o drama da condição do negro no Brasil. Considerada por muitos o elo perdido entre a cultura brasileira e as raízes africanas. Direção: Ana Rieper. Duração: 75 min. Classificação: Livre. Onde Assistir: Curta!On


My Name is Now, Elza Soares (Documentário) - Um filme com a cantora Elza Soares, ícone da música brasileira, numa saga que ultrapassa o tempo, espaço, perdas e sucessos. Elza e seu espelho, cara a cara, nua e crua, ao mesmo tempo frágil e forte, real e sobrenatural, uma fênix, que com a força da natureza transcende e canta gloriosamente. Direção: Elizabete Martins Campos. Duração: 71 min. Classificação: 12 anos. Onde Assistir: Tamandua.tv

Comentários

Tacitus Tecnologia
EMBASA 50 ANOS II